Plugin WordPress SEO remove Rel Canonical de páginas não indexadas

imprimir · Время на чтение: 4mínimo · por · Publicados · Atualizada

jogarOuça este artigo

All in One SEO remove Rel Canonical.Plugin WordPress SEO remove Rel Canonical – Você deve ter ouvido falar do poderoso plug-in All in One SEO que muitos blogueiros do WordPress usam. O plug-in recebeu mais de 3 milhões de instalações. plugar Tudo em Um SEO parece muito poderoso e, embora seja muito útil, este plugin tem um problema específico que incomoda seus usuários. O plug-in adiciona automaticamente rel canonical a todas as páginas não indexadas.

Sempre que um usuário não indexar uma página ou postagem específica, o plug-in adicionará um rel canonical a essa página ou postagem. Este é um problema real para os usuários, pois eles são desencorajados a usar rel canonical em páginas não indexadas.

O conteúdo do artigo:

Como resolver um problema

A equipe de desenvolvimento do plug-in criou uma solução genérica para esse problema. Eles encorajam os usuários a usar ganchos de filtro para mudar a forma como este plug-in lida com diferentes situações.

Em outras palavras, o usuário precisa aplicar algum código no arquivo functions.php para definir as configurações do plug-in.

Como se livrar de Rel Canonical com ganchos

O código responsável por definir as opções para essa correção específica é bastante simples.

Você só precisa adicionar filtros e funções de linha de código para remover especificações rel com base nas condições desejadas.

Como configurar um processo

Para configurar o processo, siga estas etapas:

1. A primeira coisa a fazer é fazer backup do seu blog WordPress. Sempre que um usuário decide usar o código do WordPress, é sempre uma boa ideia fazer backup de tudo. Isso é para garantir que as alterações não interrompam os blogs existentes e que você possa reverter para a versão mais recente após fazer as alterações. Além de fazer backup de seu próprio blog, os usuários também devem garantir que o provedor de hospedagem faça backup de todo o site diariamente.

2. O segundo passo é abrir o arquivo functions.php para o seu tema WordPress. O ideal é que esse arquivo esteja localizado no diretório raiz de um determinado tema. Se você não conseguir encontrar o arquivo ou tiver problemas para encontrá-lo, é recomendável entrar em contato com seu provedor de hospedagem ou desenvolvedor para ajudá-lo a encontrar o arquivo necessário.

3. Depois disso, é importante fazer backup do arquivo functions.php atual antes de adicionar um novo código. Isso é para que você possa usar a versão não modificada do arquivo se algo der errado ou não funcionar corretamente. Você pode simplesmente baixar o arquivo, salvá-lo como backup e voltar ao original para fazer alterações no código.

4. É hora de adicionar o código à etapa crítica do arquivo functions.php. O código abaixo verifica se a página atual é uma página de arquivo ou uma página de categoria. Se a página já for canônica, esse código especificará rel canonical no HTML.

add_filter('aioseop_canonical_url','remove_canonical_url', 10, 1); function remove_canonical_url( $url ){ global $post; if( is_category() ){ return false; // Remova o URL canônico para categorias. } elseif (is_archive()){ return false; // Remova o URL canônico para arquivos. } return $url; }

5. O próximo passo é carregar o arquivo functions.php modificado para o site no diretório raiz do tema. Este é o lugar perfeito para baixar arquivos. Se você não sabe onde está o diretório raiz, peça ajuda ao seu desenvolvedor ou provedor de hospedagem e evite fazer upload de arquivos para qualquer ou todas as partes da sua instalação do WordPress.

6. Assim que o arquivo for carregado no local correto, é hora de testar o código visitando o arquivo ou a página da categoria. O código será bem-sucedido se o atributo canônico não existir no HTML e apenas vir a metatag robots.

7. O usuário não deve interromper o arquivo de teste. Você deve verificar novamente sua página inicial, postagens de blog e páginas da Web para garantir que o rel canonical esteja correto. Você precisa garantir que os temas e outros plug-ins permaneçam sincronizados com as alterações no arquivo functions.php e não se comportem de forma inesperada.

8. Se, após testes extensivos, você não encontrar problemas e tudo funcionar conforme o esperado, parabéns, você removeu com sucesso o rel canonical de páginas não indexadas usando o plug-in All in One SEO no WordPress.

10. Como alternativa, você pode usar o mesmo processo para remover rel canonical de qualquer página ou postagem específica com base no ID. Para fazer isso, você pode adicionar o seguinte código a uma função criada para verificar uma página ou postagem específica. Você só precisa adicionar um elseif que especifica o id da página ou post.

elseif ($post->ID === 2){ return false; // Remova a URL canônica da postagem #2. }

Finalmente

Assim, os usuários podem remover rel canonical de todos os arquivos ou categorias não indexadas, bem como de qualquer página ou postagem específica.

Pode ser necessário um pouco mais de edição de código, mas o método descrito acima acaba sendo a solução ideal, que não requer muito tempo para configurar.

Lendo este artigo:

Obrigado por ler: AJUDANTE DE SEO | NICOLA.TOP

Quão útil foi este post?

Clique em uma estrela para avaliá-la!

Classificação média 5 / 5. contagem de votos: 315

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

4 × 1 =